De Boteco em Boteco #2

Estamos de volta com o “De Boteco em Boteco”. Para quem não sabe ou não se recorda, estreamos o quadro semana passada  e apresentaremos, por aqui, ao fim de todas as semanas, uma coletânea de opiniões sobre os temas mais discutidos na imprensa e nas redes sociais. Ou seja: trata-se dum apanhado de links que ajudará você, leitor do Futeboteco, a refletir sobre esses assuntos.

Boteco São Bento, esquina da Rua Aspicuelta com Mourato Coelho. Um dos melhores da Vila Madalena.

Boteco São Bento, esquina da Rua Aspicuelta com Mourato Coelho. Um dos melhores da Vila Madalena.

Para começar, um texto que trata de um problema elementar do futebol contemporâneo: a plateia virtual. Segundo o brilhante post de Mauro Cezar Pereira, da ESPN Brasil, falta arquibancada na formação do torcedor, cada vez mais acostumado à cultura de assistir partidas pela tevê ou internet e comentá-las pelo Twitter. Antes de Mauro, o ex-atacante Tostão, autor de análises perfeitas como esta, que impressionou os amigos Rodolfo Gomes e Diego Carvalho na semana anterior, falou de algo parecido em sua coluna na Folha de São Paulo: a invasão das análises táticas e estatísticas em demasia.

Ainda nos canais ESPN, não podemos deixar de trazer aos amigos futebotequeiros o “Dossiê do Vôlei”, que culminou com a renúncia do presidente da Confederação Brasileira de Voleibol, Ary Graça. Um dos vários absurdos no esporte brasileiro.

Já no Impedimento, o ótimo Thalles Gomes fez uma crítica ao “modus operandis” do movimento #NãoVaiTerCopa. Para ele, o jeito de se protestar, nos holofotes, é equivocado. Ele questiona: se as manifestações acontecessem lá para os lados de Itaquera o resultado não poderia ser melhor que na última quinta? Leia e entenda.

O pessoal do Esporte Fino, mais precisamente Fabio Chiorino, contou, com um diálogo criativo, o que tem e deixou de ter graça no futebol. E lembra que o termo “bicha”, usado especialmente contra são-paulinos, está muito mais próximo da ofensa “macaco” do que de “juiz ladrão”.

Na mesma toada, Leandro Beguoci respondeu à seguinte pergunta: por que bicha é “xingamento”?

No mesmo site, Felipe Lobo, por sua vez, clamou para que esqueçamos a vaga na Libertadores, pois o que importa é o título da Copa do Brasil.

Para amenizar um pouco o clima sério deste “De Boteco em Boteco”, vamos com o Doentes por Futebol. O site trouxe o vídeo de um jogador que imita o chute do personagem japonês Oliver Tsubasa, do desenho animado “Super Campeões”. Fake ou não?

Por falar na terra do sol nascente, o Testosterona Sports revelou o mascote do Japão para a Copa do Mundo. Quem é este Pokémon?